ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Transfolha - Dia dos Pais

 

Categorias

 

Fretebras

 

Laguna

 

Landing Easydoc

 

GLP Jun/19

 



Julio Simões Logística muda marca para JSL

Publicado em 19/01/2011

Consolidação com Grande ABC e Lubiani aumenta visibilidade da empresa 

A Julio Simões Logística S.A está entrando em 2011 com mudanças. No ano em que completa 55 anos de história, a empresa finaliza a consolidação de suas operações com a Lubiani Logística e a Grande ABC, adquiridas em 2007 e 2008, respectivamente. 

As empresas tiveram suas áreas administrativa, comercial e operacional integradas para gerar ainda mais sinergia na prestação de serviços e agora passam a atuar sob uma única marca: JSL. 
A medida aumentará a visibilidade nacional da companhia que hoje possui mais de 14 mil funcionários e uma frota de 23 mil veículos, sendo 7 mil caminhões e carretas, além de facilitar processos administrativos e imprimir mais transparência, seguindo os princípios de governança. 

A nova marca foi desenvolvida de forma a preservar os traços da identidade construída pela companhia ao longo dos 55 anos de atividades e reforçar suas características, como a simplicidade, a agilidade, o trabalho e o foco no atendimento das necessidades dos clientes. O nome ficou mais simples e os elementos gráficos foram mantidos. 

O novo slogan, "ENTENDER PARA ATENDER", traduz o principal ponto da cultura da empresa: ENTENDER as necessidades do cliente para ATENDER suas expectativas. 

Profissionalização e crescimento 
A mudança da marca é mais um passo de profissionalização da empresa, que abriu capital em 2010. O modelo sólido de negócios, desenhado ao longo dos 55 anos de trajetória, levou a pequena transportadora de Mogi das Cruzes a ocupar, desde 2002, o posto de maior operadora logística do País no modal rodoviário em termos de receita líquida. 

A companhia aumentou quase 10 vezes o seu tamanho na última década, passando de uma receita líquida de R$181 milhões, em 2000, para, aproximadamente, R$1,5 bilhão em 2009.

 

Veja também: