Entrevista com o diretor de Vendas da Globalstar no Brasil, Cristiano Dias Tito, sobre tecnologia em rastreamento via satélite
Data: 30/07/2015

Globalstar: inovando no rastreamento via satélite
Empresa utiliza uma rede de baixa órbita, favorecendo as operações de telemetria e transmissão de dados, uma vez que os satélites estão 20 vezes mais próximos da Terra do que as demais operadoras

Por Viviane Farias | Redação MundoLogística

Atuando em mais de 120 países, com um total de mais de 700 mil clientes ativos, a Globalstar é uma multinacional americana, que iniciou a sua operação no Brasil em 1997. A empresa fornece serviço de transmissão de dados por satélite e oferece essas soluções aos usuários governamentais, corporativos e recreacionais. Os segmentos corporativos atendidos pela Globalstar incluem óleo e gás, governo, mineração, agricultura, energia, segurança, transporte, construção civil, serviços de emergência, utilizados, também, por pessoas físicas.

Entre 2010 e 2012, a empresa fez grandes investimentos na estrutura tecnológica, realizando o lançamento de 24 novos satélites, que, somados aos equipamentos já existentes, passaram a formar a maior constelação de baixa órbita da indústria, com 72 satélites, que garantem um serviço de alta qualidade e confiabilidade.

Com 16 anos de experiência no mercado de telecomunicações, passando pela Telemar/Oi e Telefônica e, há dois anos, como diretor de Vendas, na Globalstar no Brasil, Cristiano Dias Tito teve toda a sua carreira voltada ao desenvolvimento de canais e vendas, com o foco principal no mercado B2B. Para falar sobre os objetivos que almeja alcançar na empresa, bem como os produtos e serviços inovadores na área de rastreamento via satélite e logística, Tito concedeu entrevista à MundoLogística, na qual destacou que, atualmente, seu maior desafio é tornar a Globalstar o maior provedor de serviços via satélite do País.

MUNDOLOGÍSTICA: Quais os produtos e serviços que a Globalstar oferece?
CRISTIANO DIAS TITO: Oferecemos serviços de telefonia fixa e móvel, transmissão de dados e rastreamento de objetos, todos suportados por tecnologia 100% via satélite. Nossa constelação de satélites é moderna, capaz de proporcionar serviços de qualidade, a preços acessíveis.

A empresa oferece produtos que visam ao rastreamento via satélite. Quais as vantagens desses produtos e para quais operações são indicados?
Oferecemos diversas soluções, capazes de fazer o rastreamento de objetos. Falamos objetos, pois a aplicação é realmente bem abrangente, podendo ser um carro, moto, caminhão, contêiner, caçamba, válvulas ou tudo aquilo que o cliente quiser rastrear. A principal vantagem é a área coberta pelos nossos serviços. Enquanto a maioria dos rastreadores trabalha com a tecnologia General Packet Radio Services (GPRS), que utiliza a rede celular para transmitir os dados, nós trabalhamos com a tecnologia satelital, que proporciona uma cobertura praticamente global, abrangendo cerca de 80% do globo. Por utilizarmos uma rede de baixa órbita, as operações de telemetria e transmissão de dados são favorecidas, pois nossos satélites estão 20 vezes mais próximos da Terra do que as demais operadoras, o que se reflete no baixo custo das nossas operações, aliado a uma excelente performance, confirmada pelas certificações que os equipamentos possuem para atuar em locais inóspitos.

Com relação ao rastreamento de cargas, como a Globalstar pretende ter diferencial nesse segmento?
Temos utilizado com frequência o SPOT Trace para cargas especializadas. Por ele ser pequeno e enviar mensagens em intervalos de até 2,5 minutos, é um equipamento muito indicado para esse tipo de aplicação. O SPOT Trace é de fácil instalação e diferente dos rastreadores que são facilmente encontrados no mercado, pois permite o rastreio com cobertura global, uma vez que trabalha com tecnologia satelital. O aparelho dispara mensagens SMS e de e-mail sempre que o objeto rastreado entra em movimento e em repouso. Além de armazenar todas as coordenadas de movimentação, o equipamento forma um traçado, que pode ser visualizado na plataforma Google Maps, em área exclusiva dentro do site da empresa, ou acessado a qualquer momento, por meio de aplicativo próprio, disponível para iOS e Android. Outra opção é o SmartOne, que é o único equipamento no mercado a transmitir duas bandas distintas (S e L) e que, por ter no espectro de frequência uma transmissão rápida e leve, faz com que o Jammer não consiga identificar as suas transmissões. Monitoramos desde pequenos objetos até grandes equipamentos, na maior parte dos casos, combinando soluções versáteis ao equipamento, que pode ser facilmente integrado em soluções customizáveis. Hoje, esse é o único equipamento satelital capaz de prestar esse serviço. Ideal para soluções de last mile, em processos de logística, podendo, até mesmo, ser aplicado em logística reversa (uma vez integrada ao Customer Relationship Management (CRM) da empresa).

Quais os objetivos e metas da empresa para os próximos anos?
Nosso objetivo é se tornar o principal fornecedor de serviços via satélite do Brasil, tanto em telefonia, quanto em dados e rastreamento. Temos três gateways no Brasil, o que nos garante uma grande flexibilidade de desenvolvimento de ofertas. Temos previsões de lançamentos de novos produtos para o segundo semestre de 2015 e sempre incentivamos os parceiros no desenvolvimento de novas soluções, utilizando nossos equipamentos. Nossa estratégia para aumentar a base de clientes é agressiva.

 





Voltar