Entrevista com o gerente Comercial da Transpax Armazéns Gerais, Wladimir Rodrigues e Silva, sobre customização das operações
Data: 23/07/2015

Transpax busca investir no desenvolvimento de projetos, sem ônus aos seus clientes
Customização das operações aumenta o nível de confiabilidade, a flexibilidade, a segurança e a qualidade dos processos

Por Viviane Farias | Redação MundoLogística

A Transpax Armazéns Gerais e Transportadora iniciou as suas atividades em novembro de 1998, em São Paulo. Na época, a empresa atuava apenas no segmento de transporte de caminhões e veículos. Em meados de 2002, impulsionada pelo crescimento da construção civil, iniciou as suas atividades no segmento de máquinas e cargas oversize.

Ainda nesse período, adotou como premissa de trabalho a personalização de projetos, que visavam reduzir os custos para seus clientes e fortalecer as suas relações comerciais. Em 2004, inaugurou a sua primeira filial em Brasília, Distrito Federal, também motivada pelas oportunidades do mercado, especialmente, junto aos órgãos públicos.

Em 2007, em razão do alto volume de transporte de caminhões na região Sul Fluminense, inaugurou uma nova filial no Polo Industrial de Porto Real, Rio de Janeiro. Quatro anos depois, em 2011, começou a sua atuação como armazéns gerais e passou a gerir o pátio de veículos 0 km de uma grande montadora. Ainda no mesmo período, enveredou-se no segmento de armazenamento e transporte de partes e peças, criando inúmeras soluções para seus clientes, tornando-se um operador logístico completo.

Para melhor atender seus clientes, a Transpax busca oferecer a customização de suas operações. Para falar sobre o assunto, a MundoLogística entrevistou o gerente Comercial da Transpax Armazéns Gerais, Wladimir Rodrigues e Silva, que é especialista em Logística, com 24 anos de experiência em empresas nacionais e multinacionais de médio e grande portes. Foi responsável pela implantação de logística em três organizações e desenvolveu uma série de processos na maioria das empresas em que trabalhou, bem como diversos trabalhos de consultoria para os mais variados segmentos.

MUNDOLOGÍSTICA: Quais as principais soluções que a Transpax oferece?
WLADIMIR RODRIGUES E SILVA: Redesenho de processos, transporte, armazenagem, retrabalhos e pequenos reparos, montagem de kits, estufagem e desova de contêiner, abastecimento de linhas de produção, milk run e controle de shelf life.

Quais as empregabilidades dessas soluções?
As soluções são empregadas nas mais diversas situações, mas, especialmente, para sistemistas e fornecedores que estão longe das montadoras e/ou clientes finais, bem como fornecedores que precisam distribuir os seus produtos com agilidade e frequência.

Quais os diferenciais que a Transpax proporciona aos seus clientes?
Localização estratégica (às margens da Rodovia Presidente Dutra), entre São Paulo e Rio de Janeiro, próxima aos principais portos do País e junto a três Polos Industriais (Porto Real, Resende e Itatiaia), processos customizados, custos adequados e análise de processos, com projetos posteriores de melhoria e soluções, que favoreçam o aumento do nível de segurança e qualidade, além da redução de ciclos e custos, sempre com o foco nos requisitos da ISO 9001:2008 e em controles estatísticos. Contudo, considero o maior diferencial a disposição da Diretoria em investir no desenvolvimento de projetos, sem ônus aos seus clientes. Em toda a minha trajetória profissional, jamais havia me deparado com um operador logístico que tivesse esse tipo de filosofia, obviamente, que esses investimentos são comedidos e limitados, mas o simples fato de verificar provisões no budget para a pesquisa e o desenvolvimento demonstra que é, sem dúvida, um grande diferencial.

Quais as tecnologias empregadas nas soluções, que a destacam no mercado?
Utilizamos um Enterprise Resource Planning (ERP) altamente customizável, que interage com a maioria dos sistemas utilizados no mercado, além de dispositivos que aumentam a produtividade e melhoram o nível de segurança nas operações. Porém, a principal ferramenta é a capacidade de seus especialistas em analisar e identificar oportunidades de melhoria. Isso é um dos principais pilares que sustentam a nossa organização.

A Transpax faz a customização das operações. No que consiste essa customização?
A empresa customiza a operação de acordo com a necessidade e a característica de cada cliente. Essa customização consiste na análise e identificação de oportunidades e posterior apresentação de soluções, sempre com a premissa de que nosso cliente precisa ser competitivo. Nesse sentido, a redução de ciclos e custos é mandatória em nossos projetos.

De que maneira a customização favorece os clientes da empresa?
Favorece de diversas maneiras, mas podemos destacar o nível de confiabilidade na operação, a flexibilidade, o aumento do nível de segurança e qualidade dos processos, e a redução de custos e ciclos.

Quais os planos e projetos futuros da Transpax?
O plano primordial é ser reconhecida como uma empresa que, de fato, oferece soluções, tornando suas relações comerciais duradouras e sustentáveis, além de fortalecer constantemente as relações já existentes, a fim de reduzir ao máximo o risco de término de contratos e parcerias. Com relação aos projetos futuros, podemos destacar, no curto prazo, a abertura de uma filial em Itatiaia e a ampliação da estrutura de Porto Real, ambas no Rio de Janeiro, e no médio prazo, a abertura de uma filial no Vale do Paraíba, em São Paulo.

 





Voltar