ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Transfolha

 

Assine Black Friday


Solução para analisar temperatura de produtos chega ao Brasil

Publicado em 01/09/2017

TT Sensor Plus verifica a qualidade para uso e consumo dos produtos por meio de sensores térmicos

A Avery Dennison lançou o TT Sensor Plus, uma solução para regular e analisar a temperatura dos materiais transportados. O equipamento registra a temperatura que um produto foi exposto durante a cadeia de abastecimento e verifica se está adequado para o uso.

Os dados são armazenados em um chip chamado “Comunicação por Campo de Proximidade” (NFC) e podem ser lidos por um smartphone compatível com essa tecnologia a qualquer momento ou etapa do processo logístico. A solução tem a tecnologia de um sensor com registro de temperatura em função do tempo, no formato de um cartão reutilizável e com ótimo custo-benefício. Ao ser aplicado em um produto ou embalagem, o TT Sensor Plus pode ser programado pelo usuário para gravar um histórico de temperaturas das mercadorias, em determinados intervalos de tempo durante o transporte e, assim que a carga chegar ao seu destino, os dados podem ser transferidos para um celular ou tablet compatível (sistema Android), por meio do aplicativo.

A solução foi projetada para substituir os outros dispositivos de coleta de dados, que são mais caros, volumosos e nada práticos. Além disso, a maioria dos coletores de dados atuais dificilmente retornam ao lugar de partida, já que se perdem ou, muitas vezes, não são devolvidos, o que acaba se transformando em despesa para as empresas.

Case de sucesso
Durante uma visita a Arábia Saudita, o empreendedor Walid Abdul-Waha provou leite de camelo, produto comercializado pelos nômades beduínos e que faz parte dessa cultura há milênios. Com a ideia de levar esse produto para outros continentes, Walid criou a “Desert Farms” na Califórnia. “Hoje em dia, várias pessoas no Oriente Médio vendem o leite de camelo por seus diversos benefícios à saúde. Quando notei o potencial da demanda do produto nos EUA, criei a empresa”, afirma o empresário.  Atualmente, ele trabalha com uma rede de três fazendas no Centro-Oeste do país, nas quais as mercadorias são envasadas em garrafas plásticas de aproximadamente 500 ml e transportadas frescas ou congeladas em containers térmicos com gelo seco. Para assegurar a qualidade, Walid precisa que o leite fresco seja armazenado a menos de 4°C durante o transporte, e que o congelado seja mantido a temperatura inferior a 0°, porém as diferentes estações do ano, o destino e o tempo de envio fazem da tarefa um verdadeiro desafio.

Como solução, o empreendedor apostou no TT Sensor Plus para entender melhor o impacto das variáveis e, assim, identificar potenciais problemas no transporte. Entre março e abril de 2016, foram colocados os sensores em oito lotes da Desert Farms, que seriam transportados para clientes em quatro estados diferentes. Em cada lote, um sensor foi inserido dentro do container e outro fora, permitindo que Walid monitorasse a temperatura do produto e do ambiente de transporte. Segundo a diretora de novas tecnologias e desenvolvimento de negócios da Avery Dennison, Mary Greenwood, os resultados mostraram que a jornada de seis lotes até seus destinos finais ocorreu dentro da faixa de temperatura ideal. Porém, dois lotes mostraram oscilações de temperatura fora da faixa, uma por causa de uma rachadura no container e a outra pela evaporação do gelo seco.

Walid agora usa os dados do teste para otimizar a logística. Esses testes ajudam a identificar a melhor forma de transportar os produtos baseado nas variáveis mencionadas. “Queremos fazer mais testes, mas esses dados nos ajudam a entender os desafios que enfrentamos em nosso transporte. Talvez nós devêssemos transportar em mais de dois dias somente para clientes em determinadas localizações, em certas temporadas do ano. Para outras localizações, seria possível realizar o transporte terrestre. Enfim, esse tipo de informação nos ajuda a tornar a nossa operação mais eficiente e a explicar ao cliente o motivo”, explica o empresário.

 

Veja também: