ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Kalmar

 




Solução Blockchain da Accenture pode aprimorar o transporte marítimo

Publicado em 03/04/2018

Com a iniciativa, Accenture, AB InBev, APL e Kuehne + Nagel demonstram a eficiência e as inúmeras possibilidades da tecnologia no setor

O consórcio formado por AB InBev, Accenture, APL, Kuehne + Nagel, além de uma organização aduaneira da Europa, testou, com sucesso, uma solução baseada em Blockchain. Com essa tecnologia, as empresas podem reduzir custos ao diminuir o número de documentos de expedição impressos.

A solução testada não exige a troca física ou digital de documentos, e todos os dados relevantes são compartilhados e distribuídos usando a tecnologia Blockchain sob princípios de propriedade única determinados pelo tipo de informação. Por meio de uma revisão detalhada dos atuais processos de documentação, o grupo examinou as possibilidades de redistribuição de posse, responsabilidade e riscos da informação apresentadas pelas ofertas de confiança e segurança dessa tecnologia. Segundo especialistas, o Blockchain vai transformar a Logística.

O envio de mercadorias para o exterior em setores como Automotivo, Varejo ou Bens de Consumo geralmente exige mais de 20 documentos diferentes – muitos desses em papel – para que ocorra a transferência dos bens do exportador para o importador. Mais de 70% desses dados podem ser replicados. O tamanho desses documentos limita a qualidade de dados e visibilidade em tempo real por todos os envolvidos na negociação, o que pode atrasar os acertos financeiros necessários.

Nessa solução pode acelerar todo o fluxo dos documentos de transporte, reduzir exigências para entrada de dados em até 80%, simplificar alterações de dados ao longo de todo o processo de envio, acelerar verificações necessárias e reduzir o ônus e o risco de multas relacionadas à conformidade alfandegária que incide sobre os clientes.

Segundo a líder global da prática de Frete e Logística da Accenture, Adriana Diener-Veinott, os testes para substituir a emissão de documentos por compartilhamento seguro de dados foram bem sucedidos. “Com isso, as empresas têm uma grande oportunidade para economizar tempo e dinheiro enquanto melhoram o serviço oferecido aos seus clientes.”

O teste
O consórcio, que representa todas as partes normalmente interessadas nesse tipo de transação internacional, testou 12 remessas reais, com destinos variados e exigências regulatórias específicas. Os testes confirmaram que o Blockchain pode reduzir os custos operacionais e aumentar a visibilidade da cadeia de suprimentos.

Cada organização envolvida nos testes representa um stakeholder (pessoa ou grupo estratégico que tem algum interesse na empresa, como público-alvo e fornecedores) em especial dentro do processo de envio de carga:

AB InBev APL Kuehne + Nagel Accenture
Exportador típico Empresa de exportação Orientações sobre os requisitos para o agente de cargas (uma empresa aduaneira da Europa replicou os requisitos regulamentares característicos desse tipo de operação).

Conhecimento tecnológico e consultoria em relação à tecnologia Blockchain (a empresa desenvolveu a arquitetura técnica necessária para apoiar a solução proposta, usando conceitos de Internet das Coisas para desenvolver o protótipo a toque de caixa).

 

 

Veja também: