ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Transfolha

 

Assine Black Friday


Pesquisa destaca vantagens de RFID no estoque de redes varejistas

Publicado em 18/04/2017

Radio Frequency Identification (Identificação por Rádio Frequência, em português) evita distorções no estoque e estabelece base de atendimento nas lojas 

Uma pesquisa realizada pela Tyco Retail Solutions em parceria com Platt Retail Institute, IHL Group e Consultoria Kurt Salmon confirmou a importância do RFID (Radio Frequency Identification ou Identificação por Radiofrequência, em português) combate a distorção e aumenta precisão e visibilidade do estoque. A pesquisa contou com a participação de diversos grupos da indústria que também consideram o estoque a base essencial para o comércio de grandes redes.

O estudo do IHL Group concluiu que a combinação de mercadorias fora de estoque com o excesso de estoque gera gastos de aproximadamente R$ 1,1 trilhão para a indústria de varejo. O problema impede que os varejistas tenham confiança na disponibilidade do estoque, tornando-os cautelosos ao utilizar todas as quantidades de um item para atender pedidos de vendas online e nas lojas. O risco para o cliente é muito grande e a perda é de uma média de 8,7% do total de vendas, devido à alta imprecisão.

De acordo com o mais recente estudo da Kurt Salmon RFID, 55% dos lojistas classificaram como principal desafio a necessidade de oferta de mais opções para o atendimento dos pedidos dos clientes. Enquanto isso, dar visibilidade ao estoque é o maior obstáculo de 33% dos lojistas e 30% consideram como principal problema o aumento dos lucros operacionais. Com uma visibilidade imprecisa do estoque, os varejistas têm dificuldade para implementar as iniciativas de comércio unificado (vendas em diversos canais) por conta da incapacidade de atendimento a um custo eficiente de demandas do tipo “compre em qualquer lugar, pegue em qualquer lugar”.

O segredo para oferecer várias opções de atendimento a pedidos é a visibilidade em tempo real de cada item do estoque por meio do RFID. A adoção dessa tecnologia e de processos de contagem regular do ciclo permitem aos varejistas evitar a distorção do estoque e aumentar a precisão em até 99%, mantendo-a em  95 a 99%. Com o aprimoramento da precisão do estoque, o número de compradores que deve encontrar o produto que procura pode aumentar as vendas de 5% a 25%.

O vice-presidente e gerente geral de inteligência em estoque e IoT da Tyco, Brent Brown, explica a importância de aderir à tecnologia o mais rápido possível. “Os clientes estão à procura de produtos onde e quando querem. Por isso, os varejistas devem priorizar a implementação de uma tecnologia que dê suporte à estratégia de comércio unificado.” Segundo ele, as soluções baseadas em RFID dão confiança aos varejistas na contagem do estoque em tempo real para maximizar o sucesso dos negócios e satisfazer o cliente.

Outra pesquisa, realizada pelo Platt Reail Institute em parceria com a Macy’s, mostrou que resultados detalhados dos benefícios quantificáveis do RFID. A Macy’s foi pioneira na implementação de RFID para informações de itens de produtos e utiliza a solução de estoque da Tyco Retail há alguns anos. Segundo a pesquisa, a Macy’s estava acumulando uma variação de estoque de 4% a 5% mensal antes de implementar a contagem de ciclo mensal e de RFID. Com a contagem do ciclo regular com RFID, a variação se estabilizou entre 2% a 4,5%, com menos reduções de preços do estoque da empresa.

A iniciativa de tornar todas as mercadorias na loja disponíveis para comercialização resultou em um aumento quantificável nas vendas, entregas de produtos e atendimento de pedidos. A solução foi muito importante para a Macy’s, já que cerca de 20% das mercadorias da empresa nas lojas vêm em unidades individuais.

Além disso, a empresa obteve redução de custos com transporte, queda de preços e nível de estoque. O estudo Platt mostrou uma pesquisa extensa de casos de uso de RFID em quatro lojas, sendo que as unidades com RFID que participaram do projeto-piloto tiveram um desempenho superior ao das lojas que não usam RFID. 

 

Veja também: