ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Kalmar

 

Livros


Nova transpaleteira da Still promove maior eficiência em armazéns

Publicado em 12/04/2017

Modelo ECU 15 C chega ao mercado para substituir os equipamentos manuais convencionais

A Still lançou uma transpaleteira elétrica que incorpora um equipamento para o transporte horizontal em curtas distâncias. A ECU 15 C conta com operador a pé, possui capacidade de carga de 1,5 tonelada e vem para promover maior eficiência na armazenagem de cargas em industrias, comércios e processos logísticos que dispõem de pouco espaço físico.

A transpaleteira possui peso líquido de 200 kg (quando descarregada) e motor de tecnologia 24 volts confiável, potente e de baixa manutenção. Por operar silenciosamente, a ECU 15 C pode ser utilizada em áreas com a presença de clientes. Além disso, o equipamento possui bateria de gel livre de manutenções, com capacidade de 85 Ah.

O chefe de gerenciamento de projetos de equipamentos de armazenagem da empresa, Kai von Berg, explica que, por conta dessas características, a ECU 15 C substitui a transpaleteira manual convencional. “O equipamento é o compacto pacote de energia que permite que as operações de transporte de cargas sejam não somente mais simples e fáceis, mas também mais produtivas”, diz.

O consumo da transpaleteira é de cerca de 0,39 kW/h, viabilizando o uso por longos períodos. O display informa em tempo real o estado atual da carga da bateria ao operador, que pode fazer cargas intermediárias sempre que necessário.

Segurança
A transpaleteira pode ser operada de maneira segura em inúmeras situações, já que o chassi próximo ao piso garante máxima segurança ao operador. Duas rodas de apoio laterais proporcionam um comportamento estável ao conduzir o equipamento. O acesso ao equipamento foi projetado de maneira simples e eficiente: o botão de emergência de fácil acesso garante não apenas a operação segura da transpaleteira, mas também atua como chave de contato, podendo ser removido, impossibilitando a utilização de pessoas não autorizadas.

A ergonomia é outro destaque. O design da cabeça do timão proporciona uma operação intuitiva e livre de fadiga, tanto para usuários destros quanto canhotos. As mãos do operador permanecem sempre seguras no timão do equipamento e não há necessidade de trocar a sua posição para acionar as funções de controle de elevação, abaixamento ou buzina.

 

Veja também: