ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
TOTVS

 

Logística para e-commerce


Jungheinrich processou 92,4 mil encomendas em 2017

Publicado em 17/01/2018

De acordo com os dados levantados, a empresa registrou um crescimento de 12% em relação ao ano anterior

A Jungheinrich fechou o ano de 2017 em alta. Segundo dados levantados, a empresa processou 92,1 mil encomendas, um crescimento de 12% em relação a 2016. O valor de encomendas também cresceu, registrando alta de 8% comparado ao mesmo período do ano anterior. Os resultados deste ano contemplam dados apurados de janeiro a setembro de 2017.

O diretor financeiro da Jungheinrich, Volker Hues, prevê mais crescimento para este ano. “Estamos dentro da previsão estimada desde o primeiro trimestre. Em especial, fomos beneficiados pela solidez do nosso negócio na Europa e pela demanda por sistemas logísticos”, afirma.

Grande parte das encomendas processadas são derivadas da aquisição de novas empilhadeiras e contratos de locação de equipamentos a curto pazo. O valor das encomendas recebidas pelo Grupo Jungheinrich totalizou € 2,596 milhões (em 2016, o valor foi de € 2,407 milhões), incluindo todos os tipos de negócios – novos equipamentos, locação de curto prazo, equipamentos usados e serviços pós-venda.

Quase 25% desse aumento são resultado do crescimento da demanda por soluções de sistema logísticos. As encomendas novas empilhadeiras chegaram a € 709 milhões em 2017, o que significa aumento de € 20 milhões ou 3% em relação ao ano anterior (€ 689 milhões). No comparativo com as encomendas de € 610 milhões no final de 2016, houve aumento de € 99 milhões, ou 16%. Os pedidos, portanto, correspondem a mais de quatro meses de produção.

O Grupo Jungheinrich teve Ebit (lucro antes de juros e impostos) de € 183,8 milhões. Em 2016, o valor foi de € 164,3 milhões. Estima-se que crescimento foi impulsionado, principalmente, pelo aumento de 12% na produção de equipamentos (88,3 mil unidades produzidas em 2017. Em 2016, foram 78,9 mil unidades produzidas). O Ebit ROS (retorno sobre o faturamento do Ebit) foi igual ao do ano anterior: 7,5%. Já o EBT (lucro antes dos impostos) subiu para € 173,2 milhões (em 2016 o valor foi € 151 milhões), enquanto o EBT ROS (retorno sobre as vendas) chegou a 7% (em 2016 foi 6,9%).

Mercado
O mercado global de equipamentos para manuseio de materiais registrou um forte crescimento, atingindo taxa de 17%. A causa principal desse aumento significativo no volume de mercado foi a alta demanda do mercado chinês, que subiu 41%. A demanda na Europa cresceu 11%, com a Europa Ocidental crescendo 9% e a Europa Oriental crescendo 23% (por causa do mercado russo, em grande parte).

A demanda global no segmento de equipamentos de armazenagem aumentou 15%, o que representa quase 58 mil empilhadeiras. Aproximadamente 38% pode ser atribuída à Àsia, principalmente a China, seguida pela Europa. O aumento de 13% no mercado global de empilhadeiras contrabalançadas elétricas foi impulsionado por demanda maior da Europa (crescimento de 16%) e, mais consideravelmente, por novos pedidos na China (crescimento de 31%). Dentro do crescimento de 21% na demanda global por empilhadeiras a combustão, aproximadamente 70% foram resultados de pedidos originados na China.

 

Veja também: