ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
TOTVS

 

Promoção Mochila


Hidrovias do Brasil registra alta na receita e Ebitda no 1º trimestre de 2018

Publicado em 17/05/2018

Corredor Norte representa a maior expansão de volumes da companhia; no total, a empresa apresentou alta de 28% em relação ao ano anterior

A Hidrovias do Brasil divulga os resultados do primeiro trimestre de 2018 (1TR2018) registrando crescimentos financeiros robustos. Dando continuidade à expansão de volumes, principalmente no corredor Norte, e de acordo com o cumprimento dos contratos comerciais de longo prazo, a companhia apresentou uma Receita Líquida de R$ 169,9 milhões, 28% superior ao observado no mesmo período do ano anterior.

No consolidado do 1T18, a Hidrovias do Brasil registrou um EBITDA de R$ ?67,4 milhões, um crescimento de ?37% em relação ao mesmo trimestre do exercício anterior, que foi de R$ 4?9,2 milhões.  A margem EBITDA cresceu ?3 pontos percentuais em comparação ao mesmo período do ano passado, registrando 40%.  

Informações Financeiras

 

1T18

1T17

% Var

         

Receita

 

169,9

132,3

28%

Lucro Bruto

 

49,9

36,5

37%

Despesas Operacionais

 

-22,1

-26,3

-16%

Lucro Operacional

 

27,8

10,2?

173%

Depreciação e amortização

 

36,4

?35,1

?4%

Ebitda

 

67,4

49,2

37%

Margem Ebitda %

 

40%

37%

+3 p.p

 

Corredor Sul
Compreendendo a Hidrovia Paraná-Paraguai (minério de ferro, grãos e fertilizantes) e o Rio Uruguai (celulose), o Corredor Sul encontra-se em atividade operacional plena. A geração de caixa deste corredor é majoritariamente denominada em dólares, com as receitas e custos referenciados nesta moeda. Neste trimestre, o EBITDA representou 6?6?% (R$52 milhões) do total da geração de caixa das operações da companhia.

Corredor Norte
Operando nos rios Tapajós e Amazonas (grãos e fertilizantes) e nos rios Trombetas e Amazonas (bauxita), o Corredor Norte continua em forte expansão de acordo com o crescimento dos volumes previstos nos contratos comerciais de longo prazo e com fortes oportunidades de crescimento da demanda, através da expansão da safra de grãos no país. Neste trimestre, estas operações representaram 3?4?% (R$ 2?7? milhões) da geração de caixa das operações da companhia.

Highlights financeiros
No mês de janeiro, a companhia concluiu a emissão de títulos de dívida internacional (“Bond”) no valor de US$ 600 milhões, com o propósito de otimizar a estrutura de capital da empresa. Esses recursos foram utilizados prioritariamente para o pré-pagamento de dívidas existentes, com melhora significativa de custos, prazos de amortização e na flexibilização da gestão do fluxo de caixa da companhia.

 

Veja também: