ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Workshop Logística Tributária e Fiscal

 

Assine Noticia


Curso EAD em Logística ajuda profissional a atingir cargo de gestão

Valdir da Silva Santos conta como viu a trajetória profissional melhorar depois da qualificação técnica à distância

Com nove anos de atuação na área de logística, Valdir da Silva Santos ainda não tinha alcançado o tão almejado cargo de gestão. Para atingir a ascensão desejada, o profissional buscou qualificação no curso técnico em Logística, um dos 12 ofertados a distância pelo Senac EAD.

Natural de Rondônia, Santos assistia as aulas on-line em casa e, quando necessário, frequentava o polo presencial em Ji-Paraná (RO). Até matricular-se, não tinha nenhuma qualificação ou aperfeiçoamento, então os dois anos imersos na modalidade foram proveitosos. “Passei a utilizar teorias, métodos e pesquisas desenvolvidas no curso para comprovar as atividades que realizo no dia a dia do meu trabalho”, valoriza.

Mas nem tudo foi fácil para o início da qualificação do rondoniano. “Tive de aprender a ter o compromisso com as aulas on-line e seguir cronogramas”, conta. Quando ficava sem internet, Santos tinha que recorrer a lan houses da cidade ou ao próprio polo presencial da instituição para estudar. No entanto, ressalta que o tutor do curso sempre esteve disponível para ajudar, sanando dúvidas sobre questões ou elaboração de trabalhos.

O conhecimento adquirido proporcionou vivências inéditas na carreira de Valdir, mesmo após nove anos de atuação na área. Planejar toda uma operação é um exemplo. “Você prevê que irá descarregar um caminhão em duas horas com seis ajudantes, mas não leva em consideração em alguns momentos que um deles poderá cansar ou se machucar, impactando o cronograma”, exemplifica.

Refletindo sobre as 800 horas de curso, Santos destaca o aprendizado não só em logística, mas também em orçamentos e até gestão e pessoas. “Desde que concluí o curso, mantive minha vaga e fui promovido de auxiliar para repositor, depois de operador de empilhadeira a encarregado de gestão de pessoas.” O objetivo do rondoniano agora é chegar ao nível de gerência e, para tal, fazer um curso superior relacionado à área dele. 

 

Veja também: