ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
TOTVS

 

Logística para e-commerce


Carros elétricos são nova aposta de distribuição de produtos no Brasil

Publicado em 12/07/2018

Veículo está sendo utilizado pela DHL Supply Chain para entregas na Grande São Paulo e região de Campinas

A DHL Supply Chain, empresa de logística, armazenagem e distribuição, está utilizando carros elétricos para a distribuição de produtos no Brasil. A companhia já está trabalhando com esta tecnologia para empresas do ramo do varejo, consumo, tecnologia, saúde e pretende expandir esta opção para outros clientes dos mais diversos setores. O veículo elétrico começou a ser utilizado no Rio de Janeiro e agora está realizando entregas na Grande São Paulo e região de Campinas.

De acordo com o diretor sênior de Transportes da DHL Supply Chain Brasil, Fabio Miquelin, os carros elétricos fazem parte do grupo de veículos denominado ‘”zero emissão”. “[O combustível] não emite quaisquer gases nocivos ao meio ambiente, contribuindo assim com as metas de redução de clientes e com a estratégia de sustentabilidade da DHL, o Go Green. Outra grande vantagem é a redução da poluição sonora, uma vez que os motores elétricos são muito silenciosos.”

Ele explica que o uso desse tipo de veículo traz benefícios às sociedades que vivem nos grandes centros urbanos. Logo, o uso deste tipo de veículo traz grandes benefícios à sociedade e para a distribuição de cargas nos centros urbanos. “Essa iniciativa local irá ajudar também o Deutsche Post DHL Group a atingir sua meta global de zerar a emissão de carbono até 2050.”

O modelo escolhido para realizar as entregas no Brasil é um BYD T3, com capacidade de carga de 750 kg ou 3,33 mil litros, com dois ocupantes. A autonomia do veículo é de até 250 km, atingindo até 130 km/h de velocidade máxima. A bateria tem capacidade de armazenamento de 48 kWh e tempo de recarga de até 2 horas. Além das baterias de altíssima capacidade e grande velocidade de recarga, o freio motor utiliza a tecnologia regenerativa, aproveitando a energia dispendida no processo de frenagem. A DHL instalou pontos especiais de recarga em seu campus de Louveira (munícipio localizado entre Campinas e São Paulo Capital).

“O carro elétrico não apenas chama atenção por onde passa – por seu ineditismo no Brasil – como traz muitas vantagens práticas. O som que ele emite é apenas do atrito do pneu com o asfalto. Para os condutores, ele oferece grande conforto interno, regulagem de volante, além de ser muito estável e desenvolver boas velocidades. Por fim, por ser elétrico ele não tem restrições para trafegar na Zona de Máxima Restrição de Circulação – ZMRC de São Paulo”, completa o diretor.

Experiência Internacional
Na mesma linha, o Grupo Deutsche Post DHL, do qual da DHL Supply Chain faz parte, e a Ford apresentara recentemente na Alemanha o primeiro dos seus furgões elétricos de distribuição – ou “e-van” – produzidos conjuntamente. O veículo, denominado StreetScooter WORK XL, usa como base um chassis da Ford Transit, com sistema de transmissão elétrico a bateria e carroceria desenhada e construída de acordo com as especificações da Deutsche Post DHL. A Deutsche Post DHL usará as e-vans como apoio a seu serviço de distribuição urbana de encomendas na Alemanha.

Cada Work XL pode reduzir cerca de 5 toneladas de CO2 e economizar 1,9 mil litros de diesel por ano.  Com 2,5 mil veículos em operação como planejado, isso resultaria em uma redução total de 12,5 mil toneladas de CO2 e 4,75 milhões de litros de combustível por ano. O Work XL terá um volume de carga de 20 metros cúbicos e espaço para acomodar mais de 200 encomendas. A e-van é equipada com um sistema de bateria modular disponibilizando entre 30 a 90 kWh de potência, com autonomia entre 80 km e 200 km.

O Grupo Deutsche Post DHL tem hoje, além do novo modelo Work XL, mais de 5,5 mil veículos elétricos StreetScooter Work e Work L, além de cerca de 10,5 mil pedelecs (bicicletas elétricas) em operação, fazendo do grupo a maior operadora de e-frota da Alemanha.

 

Veja também: