ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Transfolha

 

Tetra Pak inova ao produzir pallets com material reciclável

Em entrevista para a MundoLogística, a diretora de meio ambiente da empresa fala sobre a iniciativa diante da demanda de promover crescimento sustentável

Por Christian Presa | Redação MundoLogística

Desenvolvimento sustentável é um tema atual e importante. O desafio de crescer sem prejudicar o meio ambiente é uma premissa tão forte que o Brasil sediou as duas maiores conferências internacionais da história sobre o tema: a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio92) e a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

A partir dessa preocupação, as empresas passaram a direcionar todas as atividades para produzir de forma assertiva e consciente. Nasce então a oportunidade da Tetra Pak de inovar. A empresa, líder em soluções para processamento e envase de alimentos, desenvolveu pallets utilizando embalagens recicladas, promovendo redução de custos e evitando o descarte incorreto e prejudicial. A iniciativa é bem-vinda, já que a empresa atende clientes em mais de 170 países e conta com mais de 23 mil colaboradores distribuídos em 85 países.

Para falar sobre a bem sucedida proposta, a Revista MundoLogística conversou rapidamente com a engenheira química Valéria Michel. Graduada pela Faculdade de Engenharia Industrial (FEI) e especialista em Gestão Ambiental pela Unicamp, Valéria atuou na Tetra Pak por 15 anos e em 2016 assumiu a liderança da área de Meio Ambiente da empresa.

MUNDOLOGÍSTICA: Como surgiu a ideia de fabricar pallets com embalagens recicladas?
VALÉRIA MICHEL: A Tetra Pak identificou a oportunidade de agregar valor aos materiais reciclados e oferecer aos clientes um produto sustentável e de alto desempenho. O objetivo era fortalecer nosso pioneirismo em inovação e compromisso socioambiental, reiterando a importância da economia circular dentro dos negócios da empresa. Encontramos um parceiro, definimos nossos processos e meta e trouxemos a novidade ao mercado. Em linhas gerais, a Green Pallet compra aparas de plástico e alumínio das fabricas recicladoras e processa esse material, transformando em matéria-prima para a fabricação dos paletts de plástico reciclado. Para a produção, o fornecedor prepara uma receita com outras matérias-primas plásticas, faz a fusão dos materiais e, por fim, injeta o material fundido em moldes específicos.

Esses pallets têm várias vantagens como resistência e vida útil. Quais os outros benefícios que o material possui?
Os pallets têm vida útil, em média, 10 vezes maior do que os tradicionais. Possuem alta resistência, excelente capacidade estática e dinâmica, são resistentes a óleos, graxas e agentes químicos e podem ser utilizados em estruturas metálicas (porta pallet) e em ambientes úmidos. Além disso, não têm custo de manutenção, não proliferam fungos e bactérias, têm baixo nível de reposição e são 100% reciclados, recicláveis, laváveis e higienizáveis.

A Tetra Pak irá comercializar esses pallets ou a utilização está limitada aos clientes de vocês?
Já iniciamos a comercialização dos pallets, provendo a venda direta a nossos clientes. Por enquanto, vamos oferecê-los apenas a empresas que já são nossas parceiras. A Green Pallet tem grande expertise na fabricação dos produtos e conta com outros compradores, desde montadores de automóveis até redes de supermercados.

Claramente o projeto traz grande benefício ambiental. Vocês levantaram dados a respeito disso?
Cada pallet contribui para a reciclagem de cerca de 2.000 embalagens longa vida. Além das caixinhas, mais 14 kg de outros plásticos são retirados do meio ambiente e retornam a um novo ciclo produtivo, movimentando toda uma cadeia de empresas e pessoas que utilizam a reciclagem como sua forma de sustento. Na fabricação de cada pallet são usados em torno de 27 kg de resíduos plásticos. Deste total, 50% são provenientes de plástico/alumínio reciclados de embalagens da Tetra Pak.

Como o pallet vem de materiais reciclados, existe um limite de produção? Qual a meta de vocês em relação a isso?
No momento, nossa expectativa é expandir a produção, fomentando a demanda do produto. Não há um limite previamente estabelecido.

Assine Noticia

 

Veja também: