ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Transfolha

 




Inovação ou automação

Outro dia em uma sessão de pitch de startups, escutei um professor universitário dando conselhos para os empreendedores. Segundo ele, para criar inovação de valor, você deve fazê-la passar por 3 filtros:

  1. Tem que ser algo sobre o qual você entenda profundamente: e além de entender profundamente, deve ser absolutamente apaixonado pelo tema. Sem isso, a coisa vai ficar meia-boca.
  2. Tem que ser algo que resolva um grande problema da comunidade: pode ser um problema sentido por todos os seres humanos, por uma comunidade, uma classe, assim por diante. Mas as pessoas devem ver teu novo produto como algo que vai resolver um grande problema.
  3. Tem que ser algo que bastante gente queira comprar: o mais óbvio dos três? Sim. Mas que está cheio de startups com ideias maravilhosas que ninguém quer, isso está!

E no mundo de logística e supply chain? Como andam as nossas ideias? Elas passam por estes 3 filtros?

Com a indústria 4.0 na moda, temos muitas oportunidades de inovações para nossa área. Só não podemos esquecer que inovação pode vir em forma de produto, processo ou automação de algo.

Esse último tem um nome bacana: aplicativo!

A grande maioria dos pitchs que vejo trazem como ideia o desenvolvimento de um aplicativo. Muito legal, mas quando você vai ver, o aplicativo proposto virá para automatizar algo que nem foi pensado direito.

Automatizar algo ruim, só vai fazer coisa ruim mais rápido.

Sugestão: ao pensar na sua ideia ultra inovadora, disruptiva,  power bazooka, pense antes se ela é boa mesmo sem computador ou celular. Se for, me chama aí, quero trocar uma ideia. Podemos pensar em um aplicativo!

 

Rodrigo Acras

Por Rodrigo Acras

É consultor Sr. de TOC e Processos (BPM) no grupo Malwee. Já atuou como gerente Sr. de Supply Chain – Logística, Logística, Planejamento, S&OP e Compras no grupo Malwee e nas áreas de engenharia de controle, engenharia de processos, produção, manutenção e supply chain em empresas como Tritec Motors (BMW & Chrysler), Renault e GVT/Telefônica. Professor e consultor associado no Instituto nomm.

 

Veja também: