ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Kalmar

 

Assine Noticia


Saiba como o Blockchain vai transformar a logística

 

Gerenciar as cadeias de suprimentos atuais é missão incrivelmente complexa. Dependendo do produto, a supply chain pode se estender por várias etapas, múltiplos locais geográficos (internacionais), uma infinidade de faturas e pagamentos, ter várias pessoas e entidades envolvidas, se estender por meses. Devido à falta de transparência e rastreabilidade destes processos logísticos, há interesse em como blockchains podem transformar a cadeia de suprimentos. E muito dinheiro sendo investido nisso. Carrefour, Walmart, Coca-Cola, Starbucks, Amazon, DHL, Nestlé, Unilever e tantas outras organizações estão priorizando o desenvolvimento de soluções com tecnologia blockchain.

Há mais de cem anos, as redes de abastecimento eram relativamente simples porque o comércio era local. Mas desde que a fabricação foi globalizada, e uma grande parte dela é feita na China, nossas cadeias de suprimentos são pesadas, críticas, com riscos maiores. Ameaças novas surgem a todo momento, como a recente Guerra Comercial iniciada por Donald Trump contra os insumos chineses. Cada vez mais é difícil para os clientes ou compradores conhecerem verdadeiramente o valor dos produtos, porque há falta visibilidade em nosso sistema atual. Da mesma forma, é complicado investigar fornecedores quando há suspeita de práticas ilegais ou antiéticas.

Uma das perguntas que tenho ouvido com frequência é: "O que exatamente é essa coisa de blockchain?". A ideia é responder a esta pergunta e ir um pouco além, explorando como a blockchain pode agregar valor para a supply chain global.

Blockchain é basicamente um livro aberto e digital distribuído, que pode ser usado para qualquer troca, acordos/contratos, rastreamento e, claro, pagamento. Como cada transação é registrada em um bloco e em várias cópias do livro/razão que são distribuídas em muitos dispositivos, ela é altamente transparente. Também é altamente segura, pois todos cada bloco está linkado com o anterior a ele, e ao posterior. Não há uma autoridade central sobre o blockchain, que é extremamente eficiente e escalável. Em última análise, o blockchain pode aumentar a eficiência e a transparência das cadeias de suprimentos e impactar positivamente de tudo, desde o armazenamento até a entrega e o recebimento das vendas. Os registros no blockchain não podem ser apagados, o que é importante para uma cadeia de suprimentos transparente. E trazemos outro atributo importante, a confiança, que deixa de ser um obstáculo entre as empresas que desejam fazer negócios juntas.

O Blockchain é, em essência, um sistema de imposição de dados, entrega e validade. É uma plataforma, uma tela em branco para você criar quebra-cabeças de dados armazenados. Blockchain não é gratuito. A atualização de aplicativos inovadores é, como sempre, cara e o custo deve ser levado em conta. Também não é uma aplicação, não é big data e não é um produto.

Exemplos de blockchain sendo usada hoje na logística global:

  • blockchains permitem a transferência de fundos em qualquer lugar do mundo sem o uso de um banco tradicional, é muito conveniente para uma cadeia de suprimentos globalizada. Estas operações já estão sendo realizadas;
  • Na indústria de alimentos, é mandatório ter registros sólidos para rastrear cada produto desde sua origem até o cliente final. Assim, o Walmart usa blockchain para rastrear suas fontes de carne de porco da China e os registros de blockchain de onde cada peça de carne veio, foi processada, armazenada, transportada e vendida;
  • A transparência do blockchain também é crucial para permitir que os clientes saibam que estão apoiando as empresas que compartilham os mesmos valores de gestão ambiental, respeito aos trabalhadores e produção sustentável. 

O que isso significa para você?

Mudar radicalmente processos não é para os fracos. No entanto, as recompensas pelo planejamento de uma implementação bem-sucedida a longo prazo podem ser fantásticas, tanto para você quanto para sua empresa. A questão não deve ser sobre blockchain, mas sim sobre como melhor aproveitar as capacidades de uma tecnologia dentro da estrutura do seu portfólio de projetos, produtos e serviços. Blockchain é uma solução comprovada, embora esteja ainda nascendo. A questão não é o que ela pode fazer, mas sim como você pode imaginar a utilização no negócio de sua empresa.

Luís Eduardo Ribeiro

Por Luís Eduardo Ribeiro

Diretor Executivo da LELO Logística e Operações ( www.lelolog.com.br ), que oferece suporte completo de consultoria e gestão para a logística de ponta a ponta. Já conduziu projetos com foco em otimização de operação e transportes, redução de custos, terceirização com operadores logísticos e aumento do nível de serviço oferecido a clientes em empresas como DHL, Carrefour, Ponto Frio e bioMérieux. Planejou e executou a logística de alimentos para 152 bares em 17 Arenas das Olimpíadas RIO-2016. Foi eleito Profissional de Logística do Ano em 2010 - prêmio da MundoLogística.

 

Veja também: