ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Transfolha

 

Assine Black Friday


Os três pilares da Logística

 

Operações com foco apenas no serviço ao cliente acabam atuando na "zona de conforto" dos estoques elevados e altas despesas operacionais. Por outro lado, organizações que priorizam somente baixas despesas acabam por oferecer um atendimento pobre, aquém das necessidades do negócio.

Em ambos os casos, erros fatais com consequências graves. Vivemos uma realidade que exige cada vez mais uma logística conectada, rápida, colaborativa e rastreável.

E para ter uma logística vencedora, líderes devem inspirar suas equipes a buscar diariamente o equilíbrio nos três pilares abaixo.

  • Excelência no nível de serviço aos clientes;
  • Otimização dos níveis de estoque;
  • Redução contínua nas perdas e nos custos totais de distribuição.

Alcançar sustentavelmente grandes resultados nestas três perspectivas é o que faz realmente a diferença. É um desafio enorme que deve nortear a Governança dos Processos na Supply Chain desde sua estratégia até a execução.

Você concorda? Ou vê pilares estratégicos diferentes na logística?

 

Nota: este artigo foi publicado originalmente em 2014 no Linkedin, e devido à atualidade e enorme repercussão, estamos disponibilizando aos leitores da MundoLogística.

 

Luís Eduardo Ribeiro

Por Luís Eduardo Ribeiro

Diretor Executivo da LELO Logística e Operações ( www.lelolog.com.br ), que oferece suporte completo de consultoria e gestão para a logística de ponta a ponta. Já conduziu projetos com foco em otimização de operação e transportes, redução de custos, terceirização com operadores logísticos e aumento do nível de serviço oferecido a clientes em empresas como DHL, Carrefour, Ponto Frio e bioMérieux. Planejou e executou a logística de alimentos para 152 bares em 17 Arenas das Olimpíadas RIO-2016. Foi eleito Profissional de Logística do Ano em 2010 - prêmio da MundoLogística.

 

Veja também: