ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Transfolha

 




Drones não! Bicicletas elétricas de carga são o futuro das entregas

Menos badalada que os drones, existe uma tecnologia “pronta” há muito existente que é bem mais provável de fazer a maior parte das entregas da última milha em futuro próximo: a bicicleta. 

Por quê?

  • O antigo triciclo de entrega agora é elétrico e capaz de levar 350 kg pelas ruas congestionadas da cidade;
  • A problemática do congestionamento urbano tende a estrangular cada vez mais as cidades, enquanto as bicicletas elétricas de carga são aderentes a cerca de 20% do montante de entregas urbanas;
  • O aspecto regulatório que envolve o uso logístico de drones – de segurança a privacidade – é complexo e demorado, embora muitas empresas de tecnologia insistam que rapidamente será viável a operação com drones em larga escala. Não se trata de desprezar o valor da tecnologia com drones, mas de compreender as restrições existentes e o tempo de maturação destes processos;
  • Empresas automotivas também estão investindo em bicicletas elétricas de carga. A Volkswagen (foto) está começando a fazer um novo modelo na fábrica de Hannover e está faturando-a como o “menor veículo comercial VW de todos os tempos”. Ela chegará às ruas em 2019.

É esperar para ver!

Luís Eduardo Ribeiro

Por Luís Eduardo Ribeiro

Diretor Executivo da LELO Logística e Operações ( www.lelolog.com.br ), que oferece suporte completo de consultoria e gestão para a logística de ponta a ponta. Já conduziu projetos com foco em otimização de operação e transportes, redução de custos, terceirização com operadores logísticos e aumento do nível de serviço oferecido a clientes em empresas como DHL, Carrefour, Ponto Frio e bioMérieux. Planejou e executou a logística de alimentos para 152 bares em 17 Arenas das Olimpíadas RIO-2016. Foi eleito Profissional de Logística do Ano em 2010 - prêmio da MundoLogística.

 

Veja também: