ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
TOTVS

Intelbras
 

 

Assine Noticia


Logística de Marketing: a arte de encantar clientes e tornar negócios relevantes no mundo moderno

Kotler (1986. P. 31) afirmou que um produto (ou serviço) é tudo aquilo capaz de satisfazer um desejo. Nesse sentido, o marketing e a logística existem para acabar com carências, dores, problemas, anseios ou qualquer outra necessidade dos seres humanos. Na medida em que a sociedade evolui, a intensa globalização torna o marketing e a logística duas áreas vitais para o crescimento e perpetuação de qualquer negócio.

São duas áreas que sempre foram importantes, mas que nas últimas décadas se (con)fundiram em uma espécie de simbiose, podendo trazer para as empresas melhor reputação e maior lucratividade.

Com dois propósitos fundamentais, o marketing tem como missão obter demanda e atender à demanda. Consegue-se demanda por meio de campanhas promocionais, preço e composição do Mix e uma vez conseguida a demanda, essa deve ser atendida com maestria. E é aí que a logística entra com a disponibilidade do produto certo, no tempo certo, na quantidade certa, nas condições certas, no local certo, para o cliente certo, em um custo ideal.

Mas em um mundo novo e dinâmico como o que vivemos – uma era de reconstrução de modelos de gestão, social e de consumo – a transformação digital traça novos rumos, com abundância de informação, tecnologia e acessos. O consumidor, mais do que nunca, está hiperconectado, hiperinformado, hipercriterioso, hiperexigente e (por que não dizer?) hiper-mimado.

Para fidelizá-lo, é preciso mais que boa campanha promocional e uma entrega dentro do esperado. Habituado ao mundo da inteligência artificial, com alguns cliques confere a reputação da empresa, disponibilidade do produto, tempo de entrega, responsabilidade social e ambiental da empresa, e, tudo isso, comparando preços, eficiência e qualidade com outros concorrentes diretos.

Você está em plena revolução tecnológica ou quarta revolução industrial. Seja muito bem-vindo.

Robôs inteligentes, celulares de vestir, veículos autônomos, impressão 3D, realidade aumentada, internet das coisas, armazenamento ilimitado na nuvem, assistentes virtuais ou algoritmos inteligentes que nos conhecem melhor que nós mesmos e educação atingindo mais e mais pessoas.

A forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos está em plena transformação. E nesse admirável mundo novo, tudo está disponível e online 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

O mundo tornou-se um só. Não existem mais barreiras. Formamos hoje um único mercado e tudo isso graças a tecnologia.

O que muda nessa revolução tecnológica

Na primeira revolução as máquinas potencializaram o poder dos nossos músculos. Na atual, a tecnológica potencializa exponencialmente nossa capacidade de execução, realização e até mesmo de sonhar (para saber sobre todas as revoluções dá um Google ai).

A logística ganhou e vem ganhando espaço, assumiu papel de protagonista em um mundo globalizado, novo, veloz. Com a evolução exponencial da tecnologia, a logística empresarial ganhou espaço nas mesas das grandes, médias e pequenas organizações.

Os dados, ou seja, informações em alta escala sobre preferências e comportamentos dos clientes ditou um novo jeito de fazer negócio. A logística deixou de ser apenas transporte, estoque, armazenagem ou distribuição. Elevou-se a condição de relacionamento, interação, encantamento do cliente, ou seja; logística tornou-se Marketing.

O que mudou na logística

A logística como você conheceu continua vital, mas passou e vem passando por muitas transformações. Antes de falar da logística de marketing, vamos relembrar quais são os quatro tipos de logística que conhecemos:

  1. Logística de abastecimento: é responsável por gerenciar tudo aquilo que é necessário para a produção, ou seja, toda a matéria-prima que antecede o processo fabril;
  2. Logística de produção: dedica-se a produzir, causar transformação da matéria prima e realiza o controle do que será produzido, avaliando a necessidade do mercado e evitando desperdícios;
  3. Logística de distribuição ou logística de transportes: é responsável pela entrega final. Subdividida em etapas como: separação e conferência de cargas; roteirização de entregas; administração de transportes; controle de fretes, monitoramento e etc.
  4. Logística reversa: dedica-se a trazer de volta o produto entregue. Tem um papel sustentável na empresa, reutilizando os materiais e fazendo com que eles possam voltar ao estoque, sempre que estiverem em boas condições. Também é ela que faz o descarte adequado de matéria-prima inutilizada, evitando que ela seja enviada para locais incorretos.

Nunca se dependeu tanto do marketing e da logística, ou logística de marketing: quinto modelo de logística e, um dos mais importantes neste mundo novo e dinâmico

A logística de marketing

Mais do que se preocupar com os canais de distribuição, sua atividade hoje é de interligar o cliente ao restante da cadeia de modo que ele se sinta parte integral do processo. A logística de marketing tem a missão de conduzir o cliente através de três fases:

  1. Confiança: ultrapassar a barreira da confiança em um produto ou serviço e realizar a compra;
  2. Repetição: garantir a satisfação com o produto ou serviço de modo que gere a repetição da compra;
  3. Evangelização: acreditar e confiar tanto, a ponto de indicar para familiares, amigos e conhecidos.

Um bom marketing é definido como: função organizacional e conjunto de processos que envolvem criação, comunicação e entrega de valor aos clientes, bem como a gestão do relacionamento com eles.

O que minimiza muito o esforço de vendas. Vender não é tarefa difícil. O desafio está em gerar repetição da venda. Conquistar o cliente através de uma interação de confiança tem a ver com uma abordagem inteligente, um produto ou serviço fantástico e uma entrega melhor que o prometido: logística de marketing.

O cliente deseja se sentir especial, com as necessidades atendidas acima do esperado. Para isso, o relacionamento resume a logística de marketing. Atender os pedidos dos clientes, de maneira que os satisfaça inteiramente. Entregando o produto antes do prometido, na condição ideal de: custo, qualidade e satisfação.

Proporcionando, por exemplo, o conforto da compra online, retira física ou vice-versa. Sem custos e burocracias adicionais, sugerindo novas opções de compras e realizando trocas sem burocracias.

Todos os segmentos devem estar atentos a isso. A quarta Revolução Industrial é uma realidade. Ignorá-la, definitivamente, não é um bom negócio.

É preciso não apenas se adaptar, mas também se reinventar, ceder ao novo, se render àquilo que só vem a somar e que irá potencializar as suas vendas. A era digital está aí e as mudanças não param de acontecer.

Logística tornou-se sinônimo de marketing. Fazê-la do jeito que sempre fez será um risco gigantesco para o seu negócio.

Que tal mudar?!

Até a próxima!

Achiles Rodrigues

Por Achiles Rodrigues

Possui mais de 16 anos de atuação em logística, transportes, processos e pessoas. É professor de liderança e criatividade e um entusiasta do mundo digital. É graduado em administração de empresas, Teologia e pós-graduado em MBA Logística e Supply Chain.

 

Veja também: