ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
TOTVS

 

Logística para e-commerce


Tecnologia aplicada na logística colaborativa é fundamental para agregar inteligência à execução de processos

Artigo | Por Jefferson Castro*

A gestão da cadeia logística das empresas fica cada vez mais ágil à medida que aumenta a automação dos processos. E se a adoção ocorrer com base no conceito da logística colaborativa, os benefícios conquistados se tornam ainda mais significativos por agregarem “inteligência” à execução de processos logísticos.

A logística colaborativa funciona a partir da interligação de três elementos: Cloud Computing (ou Computação na Nuvem), Logística 4.0 e, principalmente, a plataforma tecnológica para gestão da cadeia logística com visibilidade total e padronizada das informações.

Como ocorre a interligação
Cloud Computing (ou Computação na Nuvem) e Logística 4.0 são os dois primeiros elementos porque ambos têm a integração como princípio básico. Enquanto a nuvem integra dados de diferentes fontes, sistemas ou tecnologias (independentemente da quantidade existente), a Logística 4.0 integra processos também entre diferentes sistemas - e em tempo real.

Porém, o simples fato de utilizar a nuvem em operações da Logística 4.0 não é suficiente para as empresas, pois neste cenário é indispensável à utilização de uma plataforma tecnológica.

Este será o elemento responsável por conectar nuvem e Logística 4.0 para, finalmente, compor a logística colaborativa, na qual as empresas não têm mais a necessidade de serem donas dos recursos, pois elas tornam-se parceiras e passam a compartilhar estes recursos - “unindo forças” para identificar conjuntamente oportunidades de inovação, redução de custos logísticos e, claro, aumento da eficiência operacional.

Tudo isso com a garantia de agilidade, segurança e assertividade das informações coletadas, de modo a ampliar a competitividade de mercado das empresas parceiras. Em termos práticos, é possível compartilhar equipamentos, veículos, informações ou fornecedores para que a tecnologia ajude a gerenciar com mais praticidade itens como estoque, vendas e atendimento ao cliente.

Mais vantagens de unir Nuvem e Logística 4.0
Além de gerenciar, a tecnologia que une a Logística 4.0 com a nuvem elimina a execução manual de atividades, as quais passam a ser feitas de forma eletrônica; descentraliza o armazenamento dos recursos, pois a virtualização dos dados para a nuvem dispensa a necessidade de uma infraestrutura física de equipamentos, disponibilizando o acesso em tempo integral aos dados do fluxo logístico; e resolve o problema da falta de visibilidade sobre as informações essenciais de operação do armazém, fontes de despesas e controle dos eventos.

Outra prova da importância da automação está no resultado de uma pesquisa do Center for Global Enterprise (CGE), a qual apontou que uma cadeia de suprimentos digital e conectada pode reduzir custos de processos em 50% e aumentar a receita da empresa em 10%.

Concluindo, além de agregar “inteligência” à execução de processos logísticos, a visibilidade total das informações minimiza os riscos de erro de processamento e maximiza o nível de produtividade, além de ampliar a disponibilidade de equipamentos, melhorar a programação (agendamento) do transporte de material, aperfeiçoar o uso das informações para o desenvolvimento de rotas mais inteligentes e garantir a conformidade com normas regulamentadoras (como leis de direção e leis de transporte de materiais perigosos), entre outras situações relevantes.

 

* Jefferson Castro é gerente de Produto da Atech

 

Veja também: