ÁREA DO ASSINANTE
Inscreva-se em nossa newsletter e fique bem informado!
Transfolha

 




Benefícios da telemetria na cadeia logística

Artigo | Por Bruno Santos*

O modal rodoviário é o mais importante dentro do nosso mercado brasileiro, uma vez que combina agilidade, flexibilidade, acessibilidade, melhor custo benefício perante outros modais, além de ser o mais extenso e permitir menor manuseio das mercadorias.

Porém, ao mesmo tempo em que tem todas essas vantagens, também tem seu lado negativo. Isso porque falta infraestrutura nas malhas viárias, a vida útil das frotas é muito grande, há circulação de excesso de carga, grandes índices de acidentes e roubo de cargas e gastos demasiados em combustível e manutenção. Na questão de recursos humanos, os problemas também são grandes, pois há excesso de horas extras, falta de mão de obra especializada e um alto passivo trabalhista para as empresas.

Diante disso, a surge a telemetria como grande apoio para empresas que atuam no segmento de transportes e logística. Trata-se de um sistema tecnológico de monitoramento que utiliza pontos georreferenciados para medir ou rastrear a distância de veículos em movimento, por meio de comunicação sem fio (GPRS). A telemetria coleta as informações e transmite para uma central de controle, que tem a função de acompanhar esses dados.

A partir da instalação de um equipamento específico nos veículos, sejam eles de qualquer porte, ele passa a ler e processar sinais vitais desse veículo, como velocidade real, RPM, consumo de combustível, temperatura do motor, pressão de óleo, tempo de direção, entre muitos outros pontos. Então, os dados são enviados para os servidores da empresa de telemetria e transformados em informações gerenciais para que o gestor da frota e demais departamentos da empresa; tais informações são acessadas via web e possibilitam tomadas de decisões rápidas e precisas com o objetivo de prevenir acidentes, reduzir custos, entre outras vantagens.

Além disso, ela também traz benefícios importantíssimos para o meio ambiente, já que reduz a emissão de gases poluentes, ruído dos motores, contaminação da água e do solo por lubrificantes, combustíveis, entre outros benefícios.

Com a telemetria ainda é possível identificar e corrigir riscos de direção, controlar e monitorar desempenho de motoristas e criar programas de treinamento. Em diversos casos, temos obtido reduções de até 70% nos riscos de acidentes com o uso da tecnologia.

Como é possível medir o comportamento do motorista dentro do veículo, eles podem receber feedback em tempo real. Dessa forma, ao usar esse tipo de solução, as empresas reduzem até 30% a direção em alta velocidade, o que traz segurança para todos os envolvidos na operação.

Eficiência
Na questão de eficiência, a telemetria permite reduzir o tamanho da frota de 12% a 30%; já no desgaste do veículo, a redução é de até 15% e de até 70% na redução de taxas de acidentes. Quando falamos em combustível, a economia vai de 7% a 15%, pois conseguimos gerenciar todos os pontos que aumentam muito o consumo.

Mas os benefícios da telemetria não param por aí. Novas tecnologias estão chegando para trazer ainda mais vantagens e possibilitar que a gestão de frotas seja cada vez mais eficiente.

Rotogramas falados para emitir alertas sonoros com voz em tempo real, entre outros avisos, já estão se tornando fundamentais. Câmeras instaladas nas cabines também são importantes, assim como soluções mobile para gerenciar os veículos da frota na palma da mão, em tempo real, com interações em smartwatch, por exemplo.

Como nosso modal rodoviário torna-se cada vez mais importante, é preciso olhar para a telemetria com bons olhos e ver o quanto ela pode beneficiar a cadeia logística, uma vez que segurança, eficiência e conformidade andam juntas.

 

* Bruno Santos, engenheiro e diretor de Vendas e Serviços, é responsável pelas áreas de serviços, vendas e marketing da MiX Telematics no Brasil e LATAM Sul desde 2013

 

Veja também: